Quem compra na C&A ai levanta a mão. Eu sei que compra se não nessa loja em qualquer outra que faça crediário, se não faz crediário solta cheque, se não solta cheque paga no cartão de crédito se não faz nenhum negocio com nenhuma dessas ferramentas que citei, AMÉM, és um ser humano livre (ainda tem a opção da caderneta, na Dona Maria aqui da vendinha eu faço assim). Muito fácil é emprestar quando temos muito, agora pedir emprestado é péssimo e é exatamente o que fazemos quando compramos a prazo. Sem perceber nos tornamos escravos, apesar de ser uma prática comum do capitalismo, pois para alguém devemos e para alguém vamos pagar.

Experimente ficar sem pagar a conta pra uma dessas empresas crediaristas para você ver o que acontece. Os momentos de prazer que você sentiu ao comprar as belíssimas roupas (ou seja lá o que for), aqueles momentos de alegria em que você deixou o verme da compra que existe dentro do seu corpo comandar tudo, vão-se embora quando a roupa linda já ficou batida, mas a dívida é de alta qualidade e perdura. O prazer da compra a prazo se torna o desprazer da dívida sem prazo.

Você será incomodado noite e dia, um mostro do gerúndio te ligará forever, não te deixarás em paz nem no sábado, aos domingos jamais dormirá até a hora do almoço pois será despertado cedo por ligações. Sua caixa de correio ficará cheia de cartas, que não serão de amor, elas estarão cheias de números, não de telefones para você ligar para a amada, mas números com zeros infinitos se atropelando, confundindo a vista, embaralhando os pensamentos e te deixando maluco. Seu vídeo-game não servirá para mais nada, agora os seus dedos serão gastos apertando botões de calculadoras, seu salário jamais será suficiente para pagar as miseráveis roupas que nem moram mais nos seus armários.

E o pior disso tudo que quem te vendeu nem sabe mais que você deve pra ele, pois você está pagando pra uma empresa especialista em perseguição através de especialistas no assunto, cobradores. Não cobradores de ônibus (pensou se fosse, vai passar a catraca: são R$ 2.50 da passagem, mais uma calça jeans da Pernanbucanas R$ 70.00 total de 72.50 pra rodar essa catraca aqui, mocinho), mas aqueles que usam microfones da Madona. Quer dizer, pra quem eu devo mesmo? Poxa eu tenho que pagar pra esses caras aqui que me cobram mais ou menos 3 vezes o valor original! Essa culpa é minha, compra a vista teria sido a melhor escolha.

Tenho preferido uma vida em que negocio direto com meu fornecedor, recebo a cada dia minhas aquisições novas, cedidas por Ele e com Ele negocio o pagamento. Hoje fiz um pedido de compras novo, mais saúde, pra mim e meus familiares, mais sabedoria para lidar com as situações do dia-a-dia, mais discernimento sobre o certo e errado, mais comunhão para saber ouvir exatamente quanto custa e onde pagar. Eu tenho preferido levar uma vida a vista e não a prazo. Peço principalmente mais “dinheiro” (disposição) para viver exatamente como devo (devo a Ele), para quitar tudo que recebo sem promessas de futuros pagamentos no cheque especial, sem deixar a conta ser levada ao COBRADOR especialista em apontar dívidas, melhor, para que ele nunca tenha uma dívida minha para apontar, afinal não é pra ele que devo, mas sim para Deus.

Um acerto de contas diário, vivendo uma vida como Deus me pede, é assim que quero sempre fazer.

Quanto a mim, sou pobre e necessitado, mas o Senhor preocupa-se comigo. Tu és o meu socorro e o meu libertador; meu Deus, não te demores! Salmos 40:17

Advertisements