Somos impacientes por natureza, poucas pessoas conseguem controlar esse dom especial da paciência e exercitá-lo, até porque durante nossos dias de vivência nos deparamos com grandes irritações. Uma coisa que deixa-nos impacientes e é uma frequência em nossa vida é uma fila. Ter que esperar a nossa vez (seja lá para o que for) em uma fila meche de forma impressionante com os nossos ânimos, o simples fato de ficar de pé atrás de alguém nos faz ter ódio de ter nascido (não de termos nascido, mas dos outros que estão à frente terem nascido).

Das coisas que incomodam em uma bela e tradicional fila está o apressadinho que vem logo atrás e você não enxerga no retrovisor de tão perto que fica. Aquele que, quando a fila não tem motivo para andar está com o pisca ligado e se você bobiar meio segundo ele ultrapassa te acusando de não estar na fila. Sabe aquele que não te dá um palmo de folga e funga na sua nuca? O que será que acontece com esse tipo de pessoa, será que ele faz isso pra motivar as pessoas a andarem um pouquinho e assim a fila realmente fica menor?

As gôndolas (estantes ou prateleiras) tem o poder de dominar nossos olhares, sentimentos, gostos e impulsos. Uma prateleira bem trabalhada na decoração, organizada, colorida, suculenta, com revistas penduradas se tocando no seu colo e com apresentáveis algarismos numéricos fazem os seres humanos perderem o senso de juízo e gastarem. O objetivo desses projetos micro arquitetônicos é realmente prender a atenção, distrair os sentidos e iludir nossas emoções para chegarmos ao ponto de consumir sem ser necessário.

Estudando a fundo os sentidos dos seres humanos e aproveitando esses dois momentos de vulnerabilidade desta tão avançada espécie um grupo de americanos aprendeu a criar arapucas, armadilhas, tocaias que servem para raptar os recursos (R$) da espécie humana e usar a seu proveito. Esses brilhantes estudiosos das reações psicológicas humanas juntaram a fila com as prateleiras e? Eureka! Ao invés da fila indiana inventaram a fila AMERICANA.O ser humano impaciente que fica em uma fila formada por belíssimas estantes é presa fácil. Hoje me vi em uma fila dessas, passeando em meio a barras de chocolate, gaze, meia calça, chicletes, DVD-RW, creme de barbear e pendrive (isso mesmo, nessa ordem, afinal essas prateleiras não têm o objetivo de fazer você comprar o que quer, mas sim o que eles querem que compre). Não se separa nada por setor porque sua compra nesse momento em que já espera no caixa só pode ser impulsiva. A compra vai te pegar despreparado de juízo pela situação claustrofóbica vivida.

A senhora que estava com a neta na minha frente escolheu uma barra de Laka, depois largou em cima das meias porque mudou de idéia, a barra de Hersheis estava em promoção. Logo depois percebeu que a barra de Hersheis era mais barata, porém continha menos gramas que a Lacta. No fim das contas ela levou as duas barras de chocolate, dois Kinder Ovos, uma água gaseificada sabor laranja, duas meias-calça, um CD-ROM e um pendrive de 1GB.

Considerações sobre a compra: 

– Pendrive de 1 GB não supri nenhuma necessidade. 

– Apesar da tecnologia não se importar mais com barreiras da idade é muito estranho uma senhora de 70 anos comprando um pendrive. 

– A criança tinha 3 anos e não influenciou nessa compra. 

– Se a criança de 3 anospalpitasse iria impedir essa senhora de gastar com um CD-ROM, para que serve isso hoje em dia? Ainda mais para quem compra um SUPER pendrive de 1 GB. 

– O Kinder-Ovo está SUPERFATURADO (R$ 4.50).

Realmente são muitas possibilidades de compra para um ser que não é capaz de raciocinar (não estou falando da senhora coitada, mas do ser humano em geral). Conseguir filtrar um pouco de cada coisa nesse corredor da morte do cheque especial (gastando com essas bobagens cai sim no cheque especial – ESPEEERA PRA TU VER) é uma tarefa árdua, digna de menção honrosa.

Eu, como sou um ser de espécie avançada e evoluída passei por esse corredor chegando ao meu objetivo final ileso. Cheguei até o caixa e pedi os créditos de celular que era só o que eu precisava. Quando ia saindo vi por acaso uma promoção de lâminas de barbear e realmente EU PRECISEI comprar (tá confesso, caí na armadilha dos americanos).

Não sabemos escolher quando temos TODAS as possibilidades pela frente, sempre caímos iludidos na crença de que precisamos de algo que na verdade só nos gera gasto.

 O Princípio

No começo da caminhada olhando as prateleiras Ele escolheu luz: vou levar um pouco de luz. A luz era boa e Ele chamou de dia. A fila andou mais um pouco, dentre tantas possibilidades a próxima escolha foi um céu e águas (Belíssimas escolhas). Não só a água, mas a parte seca precisaria existir, a próxima escolha na prateleira foi essa. A fila continua andando e as escolhas sendo feitas, sempre com muito discernimento e consciência. Para que tudo fique mais bonito escolheu vegetais, árvores e frutos.

Está ficando uma cestinha de itens muito boa (tudo até aqui muito bem escolhido). Para colocar no céu alguns enfeites, um que brilha durante o dia e outro durante à noite acompanhado de pequenos brilhantes.

Para que esse espaço todo não fique sem movimento os moradores agitados começaram a ser escolhidos. Nos céus voem as aves, nas águas nadem os peixes. A fila anda, das prateleiras rebanhos de animais domésticos, animais selvagens e demais seres vivos são escolhidos.

Além dos animais a obra prima das compras feitas por Deus, o homem. Escolhido e estilizado A SUA IMAGEM E SEMELHANÇA foi como Deus levou em sua cestinha de compras o ser que dominaria a todos os outros seres marinhos, as aves do céu os grandes animais e os pequenos animais que se movem rente ao chão, mas seria incapaz de se controlar diante de tantas possibilidades colocadas a sua frente.

Esse foi Deus quando passou pela fila americana e comprou os ingredientes que fez esse belíssimo planeta. Com o mesmo carinho Ele nos presta uma consultoria e todas as compras que precisarmos fazer aqui podem ficar sob seus cuidados. Consulta grátis, basta pedir.

A grande esperança é essa, a que não precisamos escolher nada sozinhos. Não perca tempo, não perca a vida fazendo escolhas erradas, procure auxilio de quem realmente entende e pode te dar a melhor compra.

Assim foram concluídos os céus e a terra, e tudo o que neles há. No SÉTIMO DIA já havia concluído a obra que realizara, e nesse dia descansou. Abençoou Deus o sétimo dia e o santificou, porque nele descansou de toda a obra que realizara na criação. Gênesis 2 1-3

AH… esse ultimo item foi um presente que Ele deixou para nós!

Todos os dias SEUS, o sábado é meu. Presente TEU pra mim, não abro mão assim.”(Letra da música Presente de Deus – Marcus Feltrin)

Advertisements