Impressionante como passam os anos, a vida corre e alguns a vivem em etapas. São quatro anos para se formar na faculdade, nove meses de gestação ou um ano da pós-graduação. Quem sabe fazem uma contagem regressiva como os quatro anos para a próxima copa do mundo, um ano para o próximo réveillon ou então a pior de todas as contagens regressivas, as eleições.

Claro que essa é minha opinião, e vou explicar por que. Nesse período trágico e torturante o tribunal regional eleitoral me envia uma carta, nela uma mensagem dura, ameaças me fazem pensar que aquilo é um seqüestro. Caso eu não compareça a labuta no dia e hora estipulados por eles, um chupa cabras será enviado na minha casa, destruirá a mim e todos os meus familiares. Poxa eles poderiam ser mais amigáveis nessa correspondência, afinal de contas não é aqui se vive a democracia? Ok, eles não vivem sem os meus competentes serviços, por isso a cada eleição compareço ao Colégio Estadual Prieto Martinez, onde estudei a maior parte da minha vida, na sala onde vivi os meus melhores momentos na infância e adolescência, no horário especificado na intimação (07h30min) para sentar na saudosa cadeira companheira de sempre.

Função: abrir um sorriso, olhar para uma foto, para um rosto e entregar o documento para o colega de trabalho ao lado. Função do colega ao lado: olhar para a foto, um rosto, ler um nome e ditar para uma terceira coleguinha. Função da terceira coleguinha: Ela agilmente encontra o nome do ilustre cidadão e por fim em mais show de ditados passa a informação ao líder máster. Função do líder máster: digitar no aparelho ultramoderno os códigos (as eleições mais modernas do mundo) e soltar a ordem: pode votar. Essas são as funções ininterruptamente desenvolvidas pelo quarteto fantástico durante todo o dia, até que todos no Brasil cumpram com a obrigação de votar.

Percebe-se pela minha descrição que eu odeio o trabalho imposto por eles, não é? É horrível quando recebemos uma função que não temos o menor prazer em desenvolver.

“Quando o amor de Cristo está no coração, como um bom perfume, ele não pode ficar escondido. Sua santa influência é sentida por todos os que entram em contato com Ele. O espírito de Cristo no coração é como uma fonte no deserto que, com suas águas, refrigera todos, desperta naqueles que estão prestes a perecer o desejo de beber da água da vida. O amor por Jesus será demonstrado através do desejo de trabalhar como Ele trabalhou para abençoar e erguer a humanidade.” E.G.W Caminho a Cristo pág. 49.

Muito melhor assim, quando a vontade pelo trabalho é despertada de um amor. Deus não te envia uma carta ameaçadora obrigando ao trabalho como fazem conosco aqui nessa terra, mas sim convida com os olhos cheios de amor, para que com os seus dons sua palavra seja espalhada ao mundo e todos tenham a chance da salvação. Esse convite te leva a um intenso desejo de seguir nos caminhos de Deus e trabalhando para o seu ministério.

“Cada um permaneça diante de Deus naquilo em que foi chamado.” 1 Coríntios 7:24

Com espírito amável podemos desempenhar até as tarefas mais humildes “como para o Senhor”. Colossenses 3:23

Devemos permanecer no trabalho para o Senhor por amamos a Ele o suficiente para isso, não importando o tamanho ou importância de nossas tarefas. É um convite de Deus que te pede para plantar uma semente, minúscula aos olhos mortais, mas que sem dúvida irá gerar uma quantia incontável de frutos.

A semana passa da metade e continuo no trabalho “prazeroso” a ser cumprido.

Advertisements