Peço licença ao meu chefe, mas agora preciso parar o trabalho para escrever uma coisa. Só um minutinho já volta ao trabalho, ok?

Venho para agradecer. Pelo que? Ah difícil de listar, são momentos e mais momentos. Na maioria das vezes de alegria, tristeza às vezes, mas momentos vividos em família, com amor e carinho. Quando o Super Nintendo gerava briga, as canecas decorativas da mãe voavam das estantes e você, muito maior que eu ao invés de me matar, o que era muito fácil, apenas me segurava com carinho em uma leve e esmagadora chave de braço dizendo “PARA”. Obrigado porque quando algum mané resolvia disputar no braço a razão na escola quem corria na frente com pose de macho para defender era você. Obrigado porque quando entrei em terreno desconhecido sendo colocado a prova no meu primeiro emprego quem estava lá pra me orientar, pra me ensinar qual o melhor caminho pra chegar no banco e o melhor caminho para evitar perder tempo no fliperama era você. Foi quem me ensinou a prestar contas do que não era meu, quando eu saia pra rua com dinheiro alheio. O tempo passou, as profissões escolhidas foram diferentes, mas os primeiros passos sempre foram dados juntos desde o ensino médio, cursinho, até a faculdade. Os caminhos foram diferentes depois do primeiro emprego, mas saí preparado pra enfrentar o mundo, os chefes que viriam, os desafios de um mundo que parece que quer nos engolir, mas continuamos juntos, unidos pelo Pai do Céu que nos guia a todo tempo. Dez anos depois do primeiro emprego, hoje tenho como chefe o meu primeiro professor, aquele que hoje completa 28 anos e que mais que um chefe é meu irmão. Opa chefe, o texto é pra você mesmo. Fomos provados, passamos por dificuldades e sofrimentos que só mesmo nós podemos sentir o quanto foi difícil, uma descrição jamais mostraria o real drama que já passamos. E apesar de tudo um dia ter parecido aos olhos humanos perdido, olha só, estamos todos juntos. Rei, obrigado pelo irmão atencioso que sempre foi, obrigado por em primeiro lugar sempre buscar nos unir a Deus. Obrigado pela Larissinha que hoje desfruta do cuidado, atenção e amor de um pai que eu já conheço como irmão a muito tempo.

Estou convencido de que aquele que começou boa obra em vocês, vai completá-la até o dia de Cristo Jesus. Filipenses 1:6

Nosso grande objetivo é o mesmo, vamos juntos em família para o céu. Feliz aniversário.

Um beijo,

Leandro.

Advertisements