Informação é tudo! Publicitários e Comunicadores em geral como eu vão concordar. Quer lugar com mais informativos do que uma lotérica? Ela está lá rodeando as filas intermináveis de dois caixas, que nem sempre nos apresentam pessoas prestativas ou atenciosas e que por cafeína são capazes de nos deixar ali, por minutos a mais, sem nem imaginar o que se passa em nossas cabeças, em nossas vidas ou dos compromissos que ainda temos. Ela é um mundo que grita, berra, protesta, clama, brada e reclama o tempo todo através de folhas de papel. Folhas pregadas com fitas adesivas em paredes já manchadas por tantas outras que chegaram, informaram e deixaram suas marcas grudentas. Ou simplesmente penduradas com grampos coloridos em varais disputados por cartelas da sorte. Algumas mais enfeitadas que outras, com imagens publicitárias, fotos bem produzidas com seus enquadramentos que parecem ter sido feitos por J.R Duran. Tratamentos de Phothoshop em suas mais variadas versões CS5, 6, 7, forever, begins e todas as mais avançadas tecnologias disponíveis em caixas de luz chamadas de computadores. Textos bem escritos por “Arnaldos Jabores”, que levam seus pensamentos a níveis de encantamento antes de se comunicar com perfeição com seus leitores. Outras folhas mais simples, sem se quer um template padrão, nem os terríveis efeitos na fonte que a própria ferramenta de texto da sua caixa de luz dispõe, com a finalidade de apenas informar em Arial 25 que os pagamentos podem ser ou não, feitos ali. Singelos assim.

O objetivo desse griteiro? Informar, evitar o erro. Apesar de não parecer, pois a aparência é que você foi abandonado por uma simples xícara de café com duas gotas de adoçante, a preocupação existiu e antes mesmo de você entrar naquele ambiente tumultuado, antes que caísse no turbilhão, na fila de desesperados que se irritam, que perdem a paciência, e que querem a todo custo tapar os ouvidos e fugir, algo foi pensado e programado para te ajudar a enfrentar o que já era previsto.

Como está você nesse mundo, na fila? Querendo a todo custo fugir do tumulto, se esconder em seu quarto e não ouvir mais o desespero dos cartazes da lotérica? Eles incomodam, te perturbam, fazem você se remoer em pensamentos, em tentativas de entender de onde vem isso. Que eco é esse que não me deixa em paz? A insistência no chamado de forma sutil simples e singela ou floreado em beleza e encanto entoado por uma voz imponente vem de um só lugar, dos altos céus.  Não se assuste, pois eles servem para te ajudar. Os berros que buscam evitar que você sofra numa fila que não tem fim evitando que espere sua vez e que na hora escute: desculpe não podemos aceitar seu pagamento, são daquele que chora a cada minuto que fica parado, esperando. Alguém maior, muito maior do que tudo que você pode imaginar. Esse alguém, antes mesmo que você viesse a esse mundo fez um plano que busca nos resgatar de um seqüestro relâmpago.

“Porque Deus tanto amou o mundo que deu o Seu Filho Unigênito, para que todo o que nEle crer não pereça, mas tenha a vida eterna” João 3: 16

Não parece relâmpago pra você, está demorado? Está sentindo que os anos passam, as pernas já não suportam mais o peso da responsabilidade de viver num planeta doente? As costas incomodam desde a segunda vértebra até o calcanhar dorido? Compare com a eternidade que viveremos ao lado dEle. Escute um pai chamando desesperado. Um pai que te ama muito, e que esbraveja em seus cartazes o tempo todo: filho, saia dessa fila, eu já paguei essa conta por você.

Ouvi uma forte voz que vinha do trono e dizia: “Agora o tabernáculo de Deus está com os homens, com os quais Ele viverá. Eles serão o seu povo, o próprio Deus estará com eles e será o seu Deus”. Apocalipse 21:3  

Nossas contas estão pagas, a autenticação está no boleto cravado nos punhos e pés de um pai amoroso. A conta não foi barata, os juros altíssimos, mas o fiador é o dono de toda a fortuna do amor. O amor surpreendente, que venceu o medo da morte para te dar a vida eterna e a moradia ao seu lado. Deus vai bater em sua porta, não importa onde você mora ou onde foi morar, Ele sabe que você foi embora, mas ele quer você de novo, pra Ele. Chega de tapar os ouvidos, não deixe de olhar para os lados enquanto rodeado dos maravilhosos convites, das mensagens divinas que te prometem não um refinanciamento, nem um desconto, mas na isenção no pagamento, é preciso apenas aceitar a gentileza. Não precisa mais esperar na fila, a conta foi paga, encontre-se com Ele e busque o seu comprovante.

Advertisements